Formação e Desenvolvimento
Ajudamos as organizações a tornarem-se ágeis desenvolvendo a criatividade e a resolução de problemas de forma colaborativa, emponderando o seu capital humano.

Finanças Pessoais

No final da formação os formandos serão capazes de elaborar um orçamento familiar e de desenvolver mecanismos adaptados à sua realidade que permitam uma gestão mais eficaz dos seus recursos financeiros.

  • Funcionamento do sistema financeiro
  • Concessão e negociação de crédito
  • Conceitos relacionados com o crédito
    • Spread
    • Euribor
    • Taxa de esforço
  • Tipos de crédito
  • Endividamento das famílias
  • A poupança
  • Elaboração do orçamento familiar
  • Produtos de poupança
  • O investimento
  • A reforma

São utilizados os métodos expositivo, ativo e interrogativo, com aplicação de exercícios e casos práticos enquadrados nas áreas de atuação profissional dos Formandos.

Método Expositivo: Centrado nos conteúdos, o Formador transmite oralmente a devida informação e conhecimentos ao grupo.

Método Ativo: Orientado para estimular a participação dos formandos e a partilha de experiências. Este método baseia-se na atividade, na liberdade e na auto-educação. O formando aprende por descoberta pessoal, construindo a resposta mais adequada a cada situação colocada. O formador irá orientar, promover a animação e facultar os materiais pedagógicos necessários. O foco será baseado na interação entre o grupo e o formador e no desenvolvimento de atividades práticas.

Método Interrogativo: Consiste num processo de interações verbais dirigidas pelo formador, normalmente tipo pergunta-resposta, cujo objetivo é levar o formando a descobrir os conceitos ou conhecimentos a reter, quer em termos de conceitos, quer na aprendizagem de saber-fazer. Neste método, são particularmente importantes os processos de raciocínio indutivo, a competência na elaboração de perguntas e o modo como se organiza a aprendizagem por descoberta.

Esta formação destina-se a todos aqueles que pretendam perceber na prática o conteúdo e o efeito dos principais conceitos económicos do seu quotidiano, gerindo os seus recursos financeiros de forma mais eficaz.

OBJETIVOS

No final da formação os formandos serão capazes de elaborar um orçamento familiar e de desenvolver mecanismos adaptados à sua realidade que permitam uma gestão mais eficaz dos seus recursos financeiros.

PROGRAMA
  • Funcionamento do sistema financeiro
  • Concessão e negociação de crédito
  • Conceitos relacionados com o crédito
    • Spread
    • Euribor
    • Taxa de esforço
  • Tipos de crédito
  • Endividamento das famílias
  • A poupança
  • Elaboração do orçamento familiar
  • Produtos de poupança
  • O investimento
  • A reforma
METODOLOGIA

São utilizados os métodos expositivo, ativo e interrogativo, com aplicação de exercícios e casos práticos enquadrados nas áreas de atuação profissional dos Formandos.

Método Expositivo: Centrado nos conteúdos, o Formador transmite oralmente a devida informação e conhecimentos ao grupo.

Método Ativo: Orientado para estimular a participação dos formandos e a partilha de experiências. Este método baseia-se na atividade, na liberdade e na auto-educação. O formando aprende por descoberta pessoal, construindo a resposta mais adequada a cada situação colocada. O formador irá orientar, promover a animação e facultar os materiais pedagógicos necessários. O foco será baseado na interação entre o grupo e o formador e no desenvolvimento de atividades práticas.

Método Interrogativo: Consiste num processo de interações verbais dirigidas pelo formador, normalmente tipo pergunta-resposta, cujo objetivo é levar o formando a descobrir os conceitos ou conhecimentos a reter, quer em termos de conceitos, quer na aprendizagem de saber-fazer. Neste método, são particularmente importantes os processos de raciocínio indutivo, a competência na elaboração de perguntas e o modo como se organiza a aprendizagem por descoberta.

DESTINATÁRIOS

Esta formação destina-se a todos aqueles que pretendam perceber na prática o conteúdo e o efeito dos principais conceitos económicos do seu quotidiano, gerindo os seus recursos financeiros de forma mais eficaz.